O que você procura?

Prefeitura de Belém inaugura árvore com mais de três mil garrafas pet

O Portal da Amazônia ganhou na noite desta quinta-feira, 16, uma árvore de natal de quatro metros, produzida com mais de três mil garrafas pets.

A decoração faz parte do projeto Natal da Bacia Hidrográfica da Estrada Nova, desenvolvido pela Prefeitura de Belém, por meio do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben), sendo confeccionado por mais de 40 mulheres, moradoras dos bairros da Cremação, Jurunas e Condor.

A entrega da árvore contou com a presença do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues. A banda da Guarda de Municipal animou a noite com temas natalinos.

O prefeito Edmilson Rodrigues explica que mulheres do bairro do Jurunas e do entorno, moradoras da periferia, estão aprendendo a reciclar, ganhando conhecimento. “Daqui a pouco elas estão fazendo, não uma árvore de Natal, mas vasos para plantas, sacolas, camisas e calças. O que importa é o domínio da técnica. Nosso objetivo é garantir condições, pois muitas dessas pessoas estão desempregadas”, informa.

Ele enfatiza, que as participantes do projeto podem ter acesso a um programa, como o Bora Belém, que é feito em parceria com o Governo do Estado. “Mas, nós queremos também que elas se formem, através do programas Donas de Si ou de outros programas de formação”, ressalta Edmilson Rodrigues.

Autonomia econômica e preservação ecológica

Edmilson Rodrigues também ressaltou o foco de preservação ambiental do projeto. “O que nós queremos é que elas tenham autonomia econômica, enquanto trabalha também a dimensão da preservação e o equilíbrio ecológico e isso vira uma potência. É esse o objetivo”.

As três mil garrafas pets foram doadas pelas cooperativas de catadores de material reciclável Concaves e Filhos do Sol, o Instituto Renovação, a empresa Equatorial Energia e secretarias municipais.

“Se não fizermos com que a população entenda que ela pode utilizar todo aquele material, reaproveitar, reduzir o consumo, a reciclagem perde o sentido”, ensina o coordenador do Promabem, Rodrigo Rodrigues.

Ele explica, que as cooperativas com essa visão à frente, cederam o material e proporcionaram a possibilidade de desenvolvimento das oficinas e os órgãos municipais também cederam o material. “Fizemos uma campanha na prefeitura convidando os órgãos a doarem garrafas e também tivemos doações do Grupo Equatorial, que cedeu uma boa quantidade de garrafas”, conta Rodrigues.

Esforço coletivo

A professora Joana Amoras, de 59 anos, foi uma das participantes da Oficina de Produção de Enfeites de Natal de Garrafas Pet.

“Foi maravilhoso, pois quando nós trabalhamos juntos, vemos a necessidade de ficar unidos e fazer uma coisa boa para o meio ambiente, que foi cortar esse material, tirar ele das ruas e das valas, e mostrar, por meio dessa árvore, para a povo que vem olhar e fazer foto, que esse material não é feito para estar nas ruas, ele demora mais de 100 anos para se decompor”, informou.

A aposentada Deusa Cabral, de 78 anos, olhou a decoração natalina, que fica na área central do Portal da Amazônia, com orgulho. Depois de duas semanas de produção na oficina, dia e noite, ela comemorou o resultado do esforço ao lado das amigas.

“Foi uma coisa muito bonita, eu adorei, foi um trabalho para nós. Para esse trabalho, nós começamos a cortar as garrafas PET para fazer toda estrutura e decoração da árvore, nós trabalhamos muito, nos dá muito orgulho. Isso é uma terapia pra gente e nós vamos sentir falta, pois ficamos duas semanas trabalhando nisso”.

Texto:
Victor Miranda

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Notícias relacionadas: