Prefeito dará posse a membros de Cofis e visitará obra do Promaben

Representação dos moradores da Cofis da Condor que vai fiscalizar as obras do Conjunto Habitacional e Comercial

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, dará posse, na manhã desta sexta-feira, 6 de maio, no auditório do Promaben/Tá Selado, aos membros das Comissões de Fiscalização de Obras e Serviços (Cofis) dos bairros do Jurunas, Cremação e Condor. Logo em seguida o prefeito, acompanhado pelos membros das Cofis, visitará as obras do Conjunto Habitacional e Comercial destinado ao reassentamento de moradores e comerciantes remanejados de locais de obras.

Os membros das Cofis terão mandato de dois anos. Na ocasião da posse, eles receberão uma carteira de identificação, assinada de próprio punho pelo prefeito Edmilson Rodrigues, dando a eles o poder para, em nome da população, fiscalizar as ações, obras e serviços de engenharia previstos e em execução pela Prefeitura de Belém, em seus bairros, por meio do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben).

Haverá uma Cofis por obra. Cada Cofis é constituída por 10 conselheiros da Cidade e cinco suplentes por bairro e sete moradores e três suplentes por cada obra nos bairros. Os conselheiros da Cidade foram escolhidos em assembleias do Fórum Permanente de Participação Cidadã – Tá Selado e o moradores em eleição direta em assembleia de moradores dos locais de obras.

As eleições dessas representações participativas seguem princípios da Prefeitura da nossa gente e as normas operacionais do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Conjunto Habitacional e Comercial

Logo após a posse, Edmilson Rodrigues visitará as obras do Conjunto Habitacional e Comercial que a Prefeitura está construindo na Travessa Quintino Bocaiúva, próximo da Avenida Bernardo Sayão, no bairro da Condor, para o reassentamento de moradores e comerciantes remanejados de seus locais de moradia por causa das obras do Promaben. A Cofis da Condor ficará responsável pela fiscalização dessa obra. Os moradores que participam dessa Cofis foram eleitos entre os próprios remanejados que serão beneficiados com o reassentamento no residencial.

O conjunto Habitacional e Comercial terá 224 unidades habitacionais e 44 boxes comerciais divididos em 14 blocos de quatro andares, com quatro apartamentos por andar. Entre outras comodidades, os moradores contarão com área de lazer, duas churrasqueiras, dois playgrounds, academia ao ar livre, central de resíduos, reservatório elevado e cisterna e 91 vagas de estacionamento com acessibilidade PCD. Também serão beneficiados com o tratamento do esgoto pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que será construída na Quintino Bocaiúva com Bernardo Sayão.

Orçadas em R$ 37 milhões, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), as novas unidades habitacionais vão garantir moradias dignas àqueles que moravam ou estão morando sobre canais e que foram ou serão remanejados.

Raimundo Sena

Jornalista DRT/PA 1277

Ascom Promaben