O que você procura?

Descarte correto de resíduos sólidos é tema de Oficina na Cremação

A destinação correta dos resíduos sólidos, comumente confundidos com lixo, mas que não são lixo e podem ser reutilizados ou reciclados (papel, plástico, vidro e metal, por exemplo), foi o tema da Oficina de Boas Práticas de Reutilização de Resíduos Sólidos realizada pela Prefeitura de Belém, na manhã desta quarta-feira, 31 de maio, na sede do Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (Cedenpa), no bairro da Cremação.
Voltada para alunos do ensino infantil da Escola Estadual Norma Morhy, a Oficina encerrou a ação de Educação Ambiental da Prefeitura de Belém voltada para o combate do descarte irregular de resíduos sólidos no bairro. A ação foi realizada nos dias 29, 30 e 31, por meio do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben) e das Secretarias Municipais de Saneamento (Sesan) e Meio Ambiente (Semma).
“Eu já vou reutilizar essa garrafinha de refrigerante como vaso para uma plantinha que eu tenho em casa”, empolgou-se o estudante João Lucas Souza, 10 anos. ele disse ainda que aprendeu que papel, metal e plástico são recicláveis e que ele “desperdiçava muito esse material jogando no lixo comum”.
O objetivo da ação foi o de contribuir para a diminuição da quantidade de resíduos sólidos levado para o aterro sanitário e evitar que ele seja depositado nas ruas do bairro e chegue aos canais e no rio.
A equipe de Educação Ambiental da Sesan visita diariamente as feiras e escolas do município, ensinando os moradores como fazer o descarte correto dos resíduos sólidos, dialogando com professores e pais de alunos. “Estamos trabalhando para transformar as escolas em referência de coleta seletiva como já são a Creche Betinho, na Terra Firme e a escola Padre Leandro, no Guamá”, afirmou o professor e educador Ambiental da Secretaria, Everson Pureza.
“Na ação de hoje, o Promaben tem como objetivo conscientizar a população de que se os resíduos sólidos forem descartados de forma incorreta vão prejudicar o meio ambiente, colocando em risco a saúde pública”, afirmou a subcoordenadora Ambiental do Promaben, Simone Ribeiro. Ela destacou ainda a importância da destinação correta desses resíduos para a manutenção de equipamentos como o Canal de Descarga da Caripunas, inaugurado em janeiro deste ano, no bairro do Jurunas.

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Notícias relacionadas: